Propaganda-fluxo-de-caixa.png
  • Rodrigo Paiva

10 jogos de tabuleiro de Educação Financeira para se divertir com sua família




Esta edição da [2a. INVEST] fala sobre educação financeira de uma forma divertida! Vamos conhecer alguns jogos de tabuleiro que introduzem os temas de forma lúdica a crianças e adolescentes permitindo que os jogadores, independente da idade, se deparem com questões como investimentos, endividamento e independência financeira de uma forma divertida.


O Banco Imobiliário ("Monopoly") é um dos “clássicos” desse segmento. Criado em 1904, mas publicado na sua versão atual em 1935, o jogo lida com o mercado imobiliário e conceitos como propriedade, aluguel, salário e falência. No Brasil, os direitos do game foram repassados à Estrela, que adequou seu nome para Banco Imobiliário e se tornou um dos jogos mais vendidos na história do país.


A importância da educação financeira


A demanda por educação financeira já é uma realidade em escolas públicas e privadas no Brasil. O Banco Central tem atuado com o seu programa "Aprender Valor", que leva às escolas públicas a ideia de que mesmo pessoas de baixa renda podem poupar se tiverem o hábito e a disciplina necessários. A CVM com o ENEF - Estratégia Nacional de Educação Financeira e a Febraban com o "Meu Bolso em Dia" também são exemplos de outras instituições que também apoiam a difusão do conhecimento da educação financeira.


Sabemos que não basta conhecer todos os conceitos e fórmulas do mercado financeiro. A educação financeira é viva, e é feita no dia a dia, através de cada escolha e comportamento, que ela se manifesta.


A pandemia, foi um momento, que propiciou o ressurgimento dos jogos de tabuleiro. Segundo os fabricantes nos últimos dois anos, dentro da categoria de brinquedos, o segmento de jogos foi o que mais cresceu. A reaproximação das famílias também fez com que jogos tradicionais, como o Banco Imobiliário e o Jogo da Vida, fossem alguns dos mais escolhidos. Dados do "e-commerce" indicam um crescimento que ultrapassou os 3 dígitos.


Selecionamos a seguir, 10 jogos de educação financeira disponíveis no Brasil para crianças e adolescentes:


1. Banco Imobiliário ("Monopoly")




Recomendação: a partir de 8 anos

Produtor: Estrela


O jogo simula situações reais em que os participantes precisam lidar com seus ganhos e gastos, incluindo conceitos como aluguel, empréstimo, propriedade, salário, etc. Ao lidar com imprevistos da vida, os jogadores aprendem a lidar com cada situação de forma lúdica.


O Banco Imobiliário é a versão brasileira do "Monopoly" (Hasbro), e mesmo após ter passado por algumas modificações, ambos os jogos continuam sendo o mesmo em essência: eles lidam com a compra e venda de propriedades como casas, hotéis e empresas, e vence o jogador que não for à falência ou que tiver mais propriedades.



2. O Jogo da Vida




Recomendação: a partir de 7 anos

Produtor: Estrela


Outro clássico que permite que os jogadores tomem as suas próprias decisões à medida que passam por diferentes fases da sua vida adulta.


As opções são muitas e começam antes do jogador mexer o peão: escolhe ir para a universidade ou começar logo a trabalhar? Ao longo do percurso, terão de lidar com as encruzilhadas e escolher um caminho, que pode ser relacionado com a família, carreira ou aventura.


Para comprar uma casa maior, por exemplo, as personagens têm de trabalhar, pagar as contas todas e definir o que vão fazer a seguir. A ideia é ajudar as crianças a saber fazer um orçamento, planear gastos e definir metas para o dinheiro.


3. Dia de Mesada, Turma da Mônica




Recomendação: entre 5 a 12 anos

Produtor: Nig Brinquedos


O jogo proporciona conhecimentos e ideias para a criança aprender a como lidar com sua mesada. Entre os ensinamentos estão técnicas para ganhar, gastar, trocar e poupar dinheiro para a compra das peças do tabuleiro. A proposta é que a partir do jogo, a criança possa aprender a administrar sua mesada.


4. Pique-nique




Recomendação: a partir de 6 anos


No jogo, os participantes devem cumprir alguns desafios, comprando produtos pré-selecionados. O objetivo é guardar mais dinheiro que os adversários, mas comprar tudo o que for necessário, com o intuito de ensinar como economizar nas finanças pessoais. Por isso, o ganhador da brincadeira é quem chega ao fim do jogo com a cesta cheia e saldo em conta.


Desenvolvido pelo Instituto Brasil Solidário em parceria com o Bank of America Merril Lynch foi vencedor do 2o. Prêmio Cubo de Ouro na Categoria Melhor Projeto Social Geek em 2018.


5. Administrando o Seu Dinheiro




Recomendação a partir de 9 anos

Produtor: Pais & Filhos


Um jogo de tabuleiro em que as crianças percorrem casas e precisam lidar com tarefas do dia a dia que podem aumentar ou diminuir o seu patrimônio. O intuito é administrar seu dinheiro ao longo das rodadas, para que ele não acabe até o fim da partida. Dentre as atividades do jogo, estão o pagamento de contas, a compra e venda de produtos, o recebimento de salários, pedidos de empréstimos e etc.


6. O Pequeno Empresário




Recomendação: a partir de 6 anos.

Produtor: Pais & Filhos


Trata-se de um jogo elaborado para pequenos empreendedores. No início da partida, o dinheiro é igualmente dividido entre todos os participantes, e cada participante deve escolher uma cor que irá usar. Os jogadores deverão cair sempre nas casas de sua própria cor; caso contrário, terão de girar a roleta para saber quanto irão pagar de aluguel ao dono da propriedade. Quando um peão atingir a chegada, cada jogador pagará a este que chegou o valor de 1000 e o peão será retirado.


Quando o jogador concluir o circuito com seu primeiro peão, ele deve deixá-lo no centro do tabuleiro e iniciar com o segundo peão e assim sucessivamente. O jogo só termina quando todos os peões saírem, e vence aquele que terminar o jogo com mais dinheiro.



7. Cashflow



Recomendação: para mais de 10 anos

Produtor: Cashflow


O jogo desafia os participantes a administrar recursos financeiros, que são pagos a cada rodada através de um salário em meio a simulação de situações da vida real. O tabuleiro é dividido entre a pista de rico (pista rápida) e pista de rato (pessoas comuns), e o objetivo final é que cada participante construa uma renda passiva, proveniente de seus investimentos. O jogo possui uma versão adulta e infantil, além de estar disponível no modelo digital e em tabuleiro físico.


8. Jogo da Mesada



Recomendação: a partir de 6 anos

Produtor: Estrela


Um jogo de tabuleiro que conta com uma série de situações em que os participantes precisam ganhar ou gastar dinheiro, ajudando a trabalhar o controle de gastos e metas. Um dos participantes é responsável por anotar o controle das dívidas, e o jogo inclui conceitos como juros e investimentos. Cada jogador recebe uma mesada, e tem como objetivo terminar as rodadas com mais dinheiro.


9. Renda Passiva




Recomendação: a partir de 12 anos

Produtor: Pais &Filhos


O jogo de tabuleiro busca simular as decisões da vida adulta para boas escolhas financeiras sem depender da sorte dos dados ou das cartas. Vence quem alcançar a independência financeira ao adotar as melhores estratégias para administrar dívidas e investir em negócios, renda fixa, imóveis e ações.


O objetivo é criar um ambiente que simula bem vários elementos da vida financeira, dando a oportunidade para que os jogadores possam tomar decisões importantes sobre dinheiro e aprender com os erros e os feedbacks que o próprio jogo oferece.


10. Catan – O jogo



Recomendação: a partir de 10 anos

Produtor: Devir


Ensina a gerenciar e poupar recursos para evitar que eles se esgotem.


Catan é uma ilha deserta que os jogadores devem colonizar. A toda hora surgem novas ruas, matérias-primas são negociadas e pequenas aldeias crescem e tornam-se cidades. Em alguns momentos, há madeira em abundância; em outros, minério.


A constante troca de mercadorias cria oportunidades para todos. Mas não demora muito e os espaços diminuem – e tem início uma emocionante disputa por terras, matérias-primas e poder. A experiência desperta a reflexão sobre como criar uma sociedade sustentável para que as futuras gerações possam aproveitá-la

2.569 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo