top of page
Banner-Blog-Business.png
  • Foto do escritorRodrigo Paiva

Análise de Balanço: conheça a empresa que você vai investir!

Atualizado: 7 de jun. de 2023




Na [2a.INVEST] desta semana retornamos ao básico! Ao decidir investir em uma empresa, seja através da bolsa, ou através da aquisição de títulos emitidos por ela, você deve sempre analisar os principais indicadores de desempenho! Grande parte destes indicadores estão disponíveis através da sua contabilidade, que tem como principal objetivo analisar o patrimônio da empresa.


A contabilidade


Para entender como é a construção de um balanço, vamos aos conceitos básicos para termos um bom entendimento da matéria. Inicialmente vamos a definição de contabilidade:


"Contabilidade é uma ciência, que utilizando-se de técnicas e princípios próprios, propõe-se a interpretar, registrar e informar racionalmente as mutações e situações econômico-financeiras de qualquer patrimônio administrável

Dito isto, exemplificamos no quadro abaixo como é feita visualmente a construção do balanço, com duas colunas que representam os ATIVOS e PASSIVOS da empresa.



Inicialmente o patrimônio é divido em dos lados, onde de um ficam os bens + direitos e de outro as obrigações, ou seja detalhando no segundo quadro, os ATIVOS e os PASSIVOS. No último quadro detalhamos com a exemplificação com números.


Nesta estrutura o Patrimônio Líquido é o resultado da soma de bens + direitos - obrigações! Aqui já podemos ter alguns indicadores básicos:


Se Ativo > Passivo, a situação líquida é positiva! Se Ativo < Passivo a situação líquida é negativa, e a empresa deve mais do que tem!


O Patrimônio Líquido portanto é a obrigação com os sócios, ou seja o Capital Social + Lucros/Prejuízos.


Para fechar a contabilidade, teremos sempre que ter o valor dos Ativos igual ao valor do Passivos e isto é feito com a apuração dos resultados que vai revelar o lucro ou prejuízo do negócio.


Anexo a todo o balanço temos o Demonstrativo de Resultados do Exercício, o também famoso DRE, onde se demonstra como se chegou ao lucro (ou prejuízo).


Indicadores de desempenho


Existem diversos indicadores contábeis que podem ser utilizados para análise de um balanço, alguns dos principais são:


Liquidez:


Avalia a capacidade da empresa em pagar suas obrigações de curto prazo. Os principais indicadores de liquidez são o índice de liquidez corrente, que compara os ativos de curto prazo com os passivos de curto prazo, e o índice de liquidez imediata, que compara os ativos de liquidez imediata (como caixa e equivalentes de caixa) com os passivos de curto prazo.


1) Capital Circulante Liquido


= Ativo Circulante - Passivo Circulante


CCL = AC - PC


Verifica se todas as obrigações de curto pago podem ser pagas no curto prazo.


2) Índice de Liquidez Corrente


LC = AC/PC


3) Índice de Liquidez Seca


LS = (AC-Estoque)/PC


4) Índice de Liquidez Imediata


LI = Disponível/PC


onde Disponível = Caixa + Equivalentes ao Caixa


Endividamento:


Medem o nível de endividamento da empresa em relação a seus ativos e patrimônio líquido. Os principais indicadores de endividamento são o índice de endividamento, que compara o total de passivos com o patrimônio líquido, e o índice de cobertura de juros, que avalia a capacidade da empresa em pagar seus juros com base em seu lucro operacional.


1) Índice de Endividamento


IE = P/PL


2) Índice de Cobertura de Juros


ICJ = EBIT/Despesas anuais com juros


A sigla EBIT na fórmula corresponde ao conceito em inglês “Earnings Before Interest and Taxes”, que em português, significa “lucro antes dos juros e tributos” (LAJIR). Ou seja, o numerador da fórmula corresponde ao lucro da empresa antes de serem descontados os juros e o imposto de renda.


3) Índice de Endividamento Geral


IEG = (PC + PELP)/ATIVO = Dívida/Ativo


Se este indicador for 0,25, por exemplo, significa que 25% do meu ativo é financiado por terceiros.


Rentabilidade:


Avaliam a capacidade da empresa em gerar lucros em relação a seus ativos e patrimônio líquido. Os principais indicadores de rentabilidade são o retorno sobre o patrimônio líquido, que compara o lucro líquido com o patrimônio líquido, e o retorno sobre os ativos, que compara o lucro líquido com os ativos totais.


1) Índice de Rentabilidade (ROE)


ROE = LL/PL


2) Índice de Retorno sobre bens e direitos (ROA)


ROA = LL/A


Eficiência operacional:


Avaliam a eficiência da empresa em utilizar seus recursos para gerar vendas e lucros. Os principais indicadores de eficiência operacional são o giro do ativo total, que mede quantas vezes os ativos são transformados em vendas, e o prazo médio de recebimento, que indica o tempo médio que a empresa leva para receber seus pagamentos de clientes.


1) Giro do Ativo


GA = RL/A


Margem de lucro:


Medem a porcentagem de lucro que a empresa obtém sobre as vendas. Os principais indicadores de margem de lucro são a margem bruta, que compara o lucro bruto com as vendas, e a margem líquida, que compara o lucro líquido com as vendas.


Índíce de Lucratividade


IL = LL/VENDAS


Financeiro:


EBITDA significa "Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization" ou "Lucros antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização". O EBITDA é um indicador financeiro que mede a capacidade de geração de caixa operacional de uma empresa, desconsiderando efeitos financeiros, tributários e contábeis.


O cálculo do EBITDA é feito a partir da soma do lucro operacional, das depreciações e amortizações. A fórmula para o cálculo do EBITDA é:


EBITDA = Lucro Operacional + Depreciação + Amortização


O lucro operacional é obtido a partir da receita total da empresa, deduzindo-se os custos e despesas operacionais, sem considerar os efeitos financeiros e tributários (juros e impostos). Já a depreciação e a amortização representam a perda de valor dos ativos imobilizados e intangíveis da empresa ao longo do tempo, respectivamente.


O EBITDA é um indicador útil para avaliar a capacidade de geração de caixa de uma empresa sem os efeitos de fatores externos, como juros e impostos. Porém, é importante lembrar que o EBITDA não leva em consideração a estrutura de capital da empresa, o que pode afetar sua capacidade de gerar caixa a longo prazo. Além disso, é importante avaliar outros indicadores financeiros em conjunto com o EBITDA para uma análise mais completa da saúde financeira de uma empresa.


Como acompanhar estes indicadores


Como podemos constatar em nosso estudo acima, são muitos indicadores e é importante termos acesso a plataformas que nos demonstrem e acompanhem estes indicadores! Uma delas é o site statusinvest.com.br onde temos, por exemplo, os seguintes indicadores para a ação da Petrobras (PETR4):



Outro site onde é possível acompanhar estes indicadores é o Valor Empresas 360, de onde retiramos os seguintes dados de 5 empresas escolhidas aleatoriamente, duas grandes, uma "small cap" e outras duas intermediárias, todas de setores diferentes.


Fonte: VALOR EMPRESAS 360

Nos comentários da planilha acima indicamos qual é o melhor comportamento do indicador para balizar nossa decisão de investimento. Importante acompanhar estes indicadores ao longo do tempo e ainda comparar empresas do mesmo setor de atividade para ver como cada um se comporta.


Em verde destacamos as empresas que tiveram o melhor desempenho em cada um dos indicadores considerados. E agora fica a pergunta: em qual destas empresas você investiria? Por qual motivo? Lembrando que rentabilidade passada, não é garantia de rentabilidade futura.


Escreva nos comentários!



bottom of page