Buscar
  • Paiva Piovesan

Bitcoin, a moeda do futuro?


Neste primeiro episódio da [2a. INVEST] da Paiva Piovesan vamos falar sobre uma modalidade de investimento que tem chamado a atenção em todo o mundo: o Bitcoin.


A moeda digital teve um investimento de US$ 1,5 bilhões pelo bilionário americano Elon Musk, dono da Tesla e Space X e chegou a valer mais de US$ 50 mil em fevereiro deste ano.

O que é o Bitcoin?

Bitcoin é uma forma de dinheiro, assim como o real, dólar ou euro, com a diferença de ser puramente digital, não ser emitido por nenhum governo e foi a primeira criptomoeda amplamente adotada no mundo. O seu valor é determinado livremente pelos indivíduos no mercado. Para transações online, é a forma ideal de pagamento, pois é rápido, barato e seguro e usa uma tecnologia inovadora.


História

Bitcoin foi criado por Satoshi Nakamoto, uma pessoa ou equipe que usou este pseudônimo quando descreveu a tecnologia em um artigo em 2008. É um conceito simples e atraente: bitcoin é dinheiro digital que permite transações ponto a ponto seguras na Internet.

Ao contrário de serviços que contam com o sistema financeiro tradicional para permissão de transferência de dinheiro entre contas de débito/crédito existentes, o bitcoin é descentralizado: quaisquer duas pessoas, em qualquer lugar do mundo, podem enviar bitcoin uma para a outra sem o envolvimento de um banco, governo ou outra instituição.

Cada transação envolvendo Bitcoin é rastreada no blockchain, que é semelhante ao livro-razão de um banco, ou registro dos fundos dos clientes que entram e saem do banco. Em termos simples, é um registro de todas as transações já feitas com bitcoin.

Ao contrário do livro-razão de um banco, o blockchain do Bitcoin é distribuído por toda a rede. Nenhuma empresa, país ou terceiro tem controle sobre ele; e qualquer pessoa pode fazer parte dessa rede.

Haverá apenas um total de 21 milhões de bitcoins. Este é o dinheiro digital que não pode ser inflado ou manipulado.

Não é necessário comprar um bitcoin inteiro: você pode comprar apenas uma fração de um se isso for tudo o que você quiser ou precisar. As transações com bitcoin utilizam até 8 casas decimais.


O que é BTC?

BTC é a abreviatura de bitcoin.

Bitcoin é criptomoeda?

Sim, o bitcoin é a primeira criptomoeda amplamente adotada, o que é apenas outra maneira de dizer dinheiro digital. (Existem outras criptomoedas!)

Existe uma definição simples de bitcoin?

Bitcoin é dinheiro digital que permite transações ponto a ponto seguras e sem interrupções na Internet.

Bitcoin é uma oportunidade de investimento?

Como qualquer outro ativo, você pode ganhar dinheiro comprando o BTC na baixa e vendendo na alta ou perder dinheiro no cenário inverso.

A que preço começou o Bitcoin?

Um BTC foi avaliado em uma fração de um centavo dos EUA no início de 2010. Durante o primeiro trimestre de 2011, excedeu um dólar. No final de 2017, seu valor disparou, chegando a perto de US$ 20 mil. E no mês passado chegou a mais de US$ 50 mil.


Mais informações aqui: https://www.coinbase.com/pt/learn/crypto-basics/what-is-bitcoin

Como e onde investir?

Cabe alertar que é um investimento de altíssimo risco e que só deve ser feito com muita análise e conhecimento de mercado.

O investimento pode ser feito de forma direta, utilizando as casas de câmbio digital ou através de fundos de investimento já disponíveis em alguns bancos e corretoras no Brasil.

Casas de câmbio digital

Como exemplo citamos a Coinbase, uma casa de câmbio digital com sede em São Francisco, Califórnia. A empresa intermedia trocas de Bitcoin e de outras moedas digitais, tais como Bitcoin Cash, Ethereum, Ethereum Classic, Litecoin, Tezos e muitas outras, com moedas fiduciárias em aproximadamente 32 países e transações e armazenamento de Bitcoin em 190 países em todo o mundo.

Site: www.coinbase.com

Ranking das melhores casas de câmbio digital no Brasil: https://guiadoinvestidor.com.br/melhores-exchanges-de-bitcoin-do-brasil-2021/

Ranking das melhores casas de câmbio digital nos EUA: https://cryptohead.io/us/best-exchanges/

Fundos de Investimento

Também como exemplo citamos o Banco Inter, um dos maiores bancos digitais do Brasil, que anunciou uma parceria para oferecer investimento em criptomoedas para seus clientes no mês passado.

De olho no amadurecimento da indústria de investimentos, o Inter fechou uma parceria com a Vitreo DTVM. A empresa possui fundos de investimento com exposição em criptomoedas e é regulamentada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Saiba mais em: https://einvestidor.estadao.com.br/mercado/inter-vitreo-iniciam-parceria-fundos/


Gostou do conteúdo? Veja mais dos nossos posts

236 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Conheça o NEXT Finance

Controle o seu dinheiro. Conheça a solução web que vai ajudar você a controlar as suas finanças e do seu negócio.

Treinamento

Quer conhecer melhor os recursos de gestão financeira e administrativa dos nossos softwares? 

Agende um treinamento virtual ou presencial com a equipe da Paiva Piovesan.

Últimos artigos

  • Facebook
  • Instagram
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Twitter
  • Cinza ícone do YouTube
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Twitter - círculo cinza
  • LinkedIn - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza