• Rodrigo Paiva

Renda fixa: desvendando a sopa de letrinhas, agora com CRI e CRA


Nesta edição da [2a.INVEST] mostramos o cartão resumo válido para investimentos em CRI e CRA para que você conheça em detalhes onde você aplica os seus recursos. Investir deve ser sempre feito de forma segura, conhecendo os riscos.


Saiba mais sobre CRI e CRA

Emissor


Os emissores dos Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) são companhias securitizadoras que estruturam os créditos a receber de empresas do setor imobiliário ou do agronegócio em títulos negociáveis no mercado.

As empresas do setor imobiliário ou do agronegócio, ao realizar suas atividades, fazem vendas parceladas, mas precisam do dinheiro à vista. Desta forma os CRI/CRA são os certificados que as empresas utilizam para captar recursos.

Para isso, uma companhia securitizadora estrutura a dívida do cliente final, transformando os créditos a receber em títulos negociáveis no mercado.

Sendo assim, os CRIs são lastreados em direitos creditórios do mercado imobiliário, já os CRAs são lastreados em recebíveis dos negócios realizados entre produtores rurais e terceiros, que englobam empréstimos e financiamentos relacionados a projetos do agronegócio, nas fases de produção, industrialização e comercialização.


Portanto, ao investir em um CRI ou em um CRA, você está comprando pagamentos futuros acrescidos de juros, isso tudo dentro de um prazo estipulado no momento da compra do título.


Imposto de Renda (IR)


Ao investir em CRI/CRA não existe a incidência do imposto de renda.


Esta isenção é a grande vantagem de aplicações em CRI/CRA.


Imposto de Operações Financeiras (IOF)

Ao investir em CRI/CRA não existe a incidência do IOF.


Come cotas de IR


No caso de investimentos em CRI/CRA não existe descontos antecipados do IR, porque não existem nem sequer a incidência de IR.


Fundo Garantidor de Crédito (FGC)


Investimentos em CRI/CRA não são garantidos pelo FGC.


Alguns exemplos de aplicações disponíveis no mercado


Conheça algumas das possibilidades de investimento:


Saiba mais sobre CRI e CRA

Na figura acima temos investimentos em CRI com valores mínimos da ordem de R$ 1 mil e quanto maior o prazo, maior a taxa, que neste caso é de um percentual do CDI, variando de 102% do CDI para resgate em 05/04/2023 a 106% do CDI para resgate em 04/07/2025!


Importante saber que ao investir em CRI/CRA você não tem como fazer o resgate antecipado e deve aguardar o prazo final para ter o seu recurso de volta, acrescido da taxa contratada.


Saiba mais sobre CRI e CRA

Acima temos exemplos de CRI's com taxas baseadas no IPCA+ um percentual.


Importante saber que você está correndo o risco de ter a inadimplência, por isto a variação das taxas, quanto maior o risco, maior a taxa ofertada.


A melhor alternativa vai depender sempre das suas necessidades: quanto tempo você pode deixar o dinheiro aplicado; a inflação está caindo ou subindo! O investidor deve sempre estar atento a todas estas variáveis.


Saiba ainda mais...

No link abaixo, você tem uma comparação entre CRI/CRA e outros investimentos em renda fixa:

https://www.paivapiovesan.com/post/onde-investir-em-renda-fixa-cri-cra-lci-lca-lc-cdb-td-debenture


No link abaixo você tem acesso ao Guia de Investimento com a comparação com todos os tipos de investimentos disponíveis no Brasil:

https://www.paivapiovesan.com/post/guia-do-investidor



Com o NEXT Finance (www.nextfinance.com.br) você controla os seus investimentos em CRI/CRA e muito mais, não deixe de clicar no link e experimente gratuitamente durante 30 dias!


Se preferir entre em contato conosco pelo e-mail paiva@paiva.com.br ou pelo WhatsApp (31) 99430-2079 que agendamos uma apresentação exclusiva do sistema para você.


Gostou do conteúdo? Veja mais dos nossos posts

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Propaganda-fluxo-de-caixa.png
Ebook-Bitcoin-sombra.png

Baixe nosso e-book sobre Bitcoin!​

Saiba mais sobre a principal criptomoeda do mundo no nosso e-book gratuito.

Perfil-do-investidor-site.jpg

Você sabe qual o seu perfil de investidor? Faça o teste!