Propaganda-fluxo-de-caixa.png
  • Débora Prota

Copa do Mundo: 10 lições do futebol para os gestores!

Atualizado: há 6 dias




Vem aí um dos maiores eventos esportivos mundiais, a Copa do Mundo. O campeonato mobiliza pessoas do mundo todo, que interrompem suas atividades para assistir os jogos e torcer por suas seleções. No Brasil, em especial, em que o futebol é considerado uma paixão nacional, todos os holofotes estarão direcionados para o Catar, onde o evento será realizado este ano.


Mas o que faz com que o futebol atraia tanta atenção e tenha tanto sucesso? Como o esporte ganha tantos apaixonados, torcedores, admiradores e movimenta tanto dinheiro?


Você já imaginou o que o futebol pode deixar de aprendizado para a sua gestão? Listamos aqui 10 lições do futebol que podem fazer a diferença em sua empresa. Confira já!


1. O time precisa ser bem escalado.


Assim como nos negócios, o primeiro desafio dos líderes e gestores do futebol é escolher as pessoas certas para as posições certas. Afinal, quem não quer contar com os melhores jogadores em seu time?


O gestor precisa entender os pontos fortes de cada pessoa, alocá-la no lugar em que melhor desempenhará seu papel e facilitar seu aperfeiçoamento.


A sintonia e conexão entre as pessoas também deve ser considerada, para que as forças se complementem. As peças precisam se encaixar, para que a máquina funcione em sua potência máxima.


O melhor jogador de futebol é aquele que veste a camisa, defende e luta pelo time, dá o seu melhor, se encanta e gosta do que faz. Assim também devem ser os colaboradores da empresa. E assim como o técnico, o gestor é o responsável por alimentar esta vontade em seus liderados.


2. Trabalho em equipe é fundamental.


O futebol, por natureza, é um trabalho de equipe. É necessário ter um time coeso e eficiente para alcançar os objetivos.


Apenas um camisa 10 não é suficiente para vencer campeonatos. Todos devem contribuir para que o time vença. Conhecemos diversos exemplos de zagueiros e goleiros artilheiros, mesmo que sua função principal seja a defesa. E também atacantes que se sobressaem por voltar para ajudar a defesa.


Em alguns momentos, as qualidades individuais se sobressaem, o herói é ovacionado... Mas, até mesmo o melhor jogador do mundo precisa de uma assistência do companheiro de time. Trabalho em equipe é colaboração.




3. Os objetivos são claros para todos.


Em uma partida de futebol, o objetivo é claro para todos: ganhar. Mas você já imaginou entrar em campo sem saber como ganhar. No futebol, as regras do jogo são muito claras, assim como o placar.


A essência é o gol, se o time não fizer gol, não ganha e se não tomar gol, não perde. Todas as estratégias e táticas são definidas para que o objetivo maior seja alcançado. Contrata-se os melhores jogadores, o melhor técnico, a melhor equipe médica, equipe de performance de elevado padrão e treina o time exaustivamente para fazer gol e evitar tomar gol.


Para as empresas, a essência é o resultado final do negócio, ou seja, o lucro. Para alcançar este objetivo principal é preciso que as receitas superem os gastos e o lucro será maior quanto maior for essa diferença.


Assim, todos devem estar comprometidos e trabalhar para aumentar o faturamento (vendas) e reduzir os gastos (custos, despesas), o que ocorre com a melhoria contínua dos processos. O planejamento, a missão, a visão, as estratégias e as metas são desdobramentos deste objetivo principal do negócio.


Em muitas organizações, no entanto, os colaboradores não conhecem os rumos desejados, os resultados obtidos e o que fazer para alcançar os objetivos. Os líderes alcançam melhores resultados quando compartilham resultados e orientam devidamente seus liderados, deixando claro o que se espera de cada um.


4. Os treinadores não podem jogar.


No futebol, os técnicos não entram em campo, não podem intervir diretamente quando o time passa por um momento difícil na partida. Assim, são obrigados a comunicar as estratégias e encarregar aos jogadores a execução, como esperado. Há uma relação de confiança mútua, que gera o desenvolvimento do time.


Apesar de ser um exemplo, o papel principal do líder é orientar e facilitar o trabalho de seus liderados, o que requer saber comunicar o que e como seus liderados devem agir. Para tanto, é preciso saber delegar, ensinar e confiar nas pessoas.


Pode até dar uma sensação de impotência, mas é a melhor maneira de fazer com que o time ganhe confiança para ganhar e evoluir. Afinal, para que contar com os melhores jogadores se tivesse que jogar por eles?


5. O sucesso depende do treino.


"Treino é jogo. E jogo é guerra." - Todo atleta já deve ter escutado essa frase de seu treinador, para demonstrar a importância da preparação, capacitação e treinos. Dificilmente, conheceremos um time que vença sem treinamento constantemente, com vontade, dedicação e atenção.


Para o sucesso da empresa, para que todos os processos sejam realizados com a maior eficácia possível e os objetivos sejam alcançados, é necessário, assim como futebol, que os colaboradores sejam selecionados, capacitados, treinados, desenvolvidos e motivados adequadamente.


Todos os colaboradores entendem o negócio e estão devidamente capacitados para executar os processos com eficiência e foco em resultados? Os treinos são suficientes para que os jogadores entrem em campo preparados e entreguem o melhor desempenho?





6. Relacionar-se com a torcida é essencial.


Esportes, em geral, mexem com a emoção das pessoas, geram conexão com a torcida. Um time não existe se não cultivar a paixão de seus torcedores, que se tornam fieis, leais, verdadeiros defensores da camisa, investem tempo, emoção e dinheiro em seus times de coração. Torcedores apaixonados entram em campo, tomam para si as conquistas de seu time, comemoram as vitórias e se entristecem com as derrotas.


Para a gestão, este papel é ocupado pelos clientes, que representam a razão da existência das empresas. O relacionamento com o cliente precisa ser construído, criando uma conexão emocional. Dizem que podemos esquecer de um fato, mas dificilmente esquecemos a emoção que sentimos quando este mesmo fato ocorreu.


É preciso pensar no cliente, colocá-lo no centro de seus processos e decisões, entender suas dores, seus desejos e anseios, buscar superar suas expectativas e criar experiências positivas para eles. Não basta ter clientes satisfeitos, os gestores devem buscar e valorizar seus torcedores apaixonados.


7. É preciso conhecer o adversário e se adaptar para ganhar.


As equipes técnicas do futebol pesquisam e estudam profundamente seus adversários antes de cada partida, levantam suas forças e fraquezas, conhecem as oportunidades e os desafios. Após conhecer bem o adversário, as estratégias são adaptadas e os jogadores preparados para superá-lo, para vencer.


Na gestão, podemos aplicar esta lição, buscando conhecer o mercado, os clientes, os concorrentes e criar métodos ágeis de adaptação a diferentes cenários. As empresas que mais rápido se adaptam às mudanças são aquelas que apresentam melhores chances de vencerem as disputas.


8. Gestão de pessoas por Meritocracia


Há alguns dias, pudemos acompanhar a transmissão da convocação dos jogadores para a seleção brasileira. As reações dos convocados foram diversas, mas todas, muito comemoradas, emocionadas. Os atletas sentem orgulho e premiados por serem recrutados para defender o país, mesmo que não tenham retorno financeiro. Por que será?


Ao selecionar e convocar um atleta para o time do país, a equipe técnica está reconhecendo publicamente que aquele é a melhor opção para a posição para a qual foi convocado. O atleta merece estar naquele lugar, dentre tantos outros profissionais de todo o país. Fazer parte de uma seleção é uma vitrine do trabalho para todo o mundo e mais um impulso na carreira.


No Brasil, ao serem perguntadas sobre o que querem ser quando crescer, grande parte dos meninos respondem: "jogador de futebol". E são milhares de atletas profissionais competindo pelo país. Porém, são pouquíssimos que ganham o "reconhecimento do mercado" e recebem salários milionários. Pode ser sorte, um bom agenciamento de carreira e outros fatores que os levaram até ali, mas, para alcançar este patamar e permanecer em evidência, é preciso ter talento, merecer.


Reconhecer e premiar o talento dos colaboradores, os bons resultados obtidos, faz com que seu time tenha o melhor desempenho e queiram merecer, ter mérito para evoluir. A gestão por meritocracia é muito presente nos esportes e pode proporcionar eficiência para as empresas.




9. A missão está acima dos conflitos.


No futebol, o atacante não fará um gol contra, porque teve um conflito pessoal com o goleiro. Ele tem consciência de que tal feito prejudicaria o cumprimento da missão do grupo, que é vencer.


Mesmo que tenha conflitos de opiniões, de interesses ou de quaisquer outros tipos, o time entra em campo pensando na missão a ser cumprida.


Para tanto, é possível que todos conheçam os objetivos, as estratégias e táticas definidas pelos líderes e o papel de cada um para alcançar o êxito.


Um dos desafios dos líderes é saber mediar conflitos de sua equipe, dar espaço para o improviso e a criatividade, cultivar este desejo de alcançar as metas, em cada um de seus liderados. Para todos, a missão em comum precisa estar acima de quaisquer conflitos internos, no futebol e nas empresas.


10. As decisões são baseadas em análise de dados


Já ouviu falar de "scout técnico"?


No futebol, o "scout técnico" é a anotação das ações do jogo, a partir da observação direta das partidas, quantificando-as por meio de uma planilha e registrando variáveis coletadas das duas equipes, tais como: gols, escanteios, assistências, faltas, passes errados e impedimentos. Assim, é possível realizar a análise de desempenho baseada em dados.


Estes dados coletados são indispensáveis para auxiliar a comissão técnica das equipes com informações sobre adversário e sobre a própria equipe, a fim de trazer subsídios para a montagem de estratégia de jogo e identificação de pontos de melhorias. É desta forma que o treinador terá informações suficientes para encontrar os pontos positivos e negativos, tanto da sua equipe como do oponente e, assim explorar, essas características de tal forma que sua equipe vença os confrontos.


As decisões das equipes técnicas são sempre baseadas em análises de dados coletados, próprios e externos. E os times que não utilizam este recurso, estão fadados à derrota.


Para as empresas, a regra é a mesma. Os gestores devem constantemente analisar os dados, tomar decisões com base em informações concretas, em fatos.


A tecnologia disponível cumpre esta função, permitindo o acompanhamento dos números em tempo real, para a tomada de decisão ágil e adequada ao cenário apresentado. Afinal, números não mentem!



Que tal colocar em prática, se não todas, pelo menos algumas destas lições oferecidas pelo universo do futebol? O troféu de campeão pode ser de sua empresa!





Dica Especial da Paiva Piovesan

Vem aí: Feira do Empreendedor 2022 do Sebrae-MG!


A Feira do Empreendedor do Sebrae-MG, um dos maiores e mais importantes eventos do empreendedorismo do país, será realizada nos dias 25, 26 e 27/11/2022, no Expominas (Av. Amazonas, 6200, Gameleira, Belo Horizonte - MG).


Se você já é ou sonha em ser um empreendedor, ou ainda é apaixonado por empreendedorismo e conhecimento, não pode ficar de fora!


Acesse o site https://fe.sebraemg.com.br/ para mais informações e para fazer sua inscrição gratuita.


E quando estiver por lá, visite o estande do NEXT Finance! Ficaremos muito felizes em bater um papo com você!


Tecnologia: uma aliada dos times de sucesso!


Simplifique e automatize seus processos de gestão e controles, para que possa se dedicar ao que realmente fará diferença em sua empresa: liderar seu time para conquistar objetivos e vencer.


Saiba mais sobre as nossas soluções, entenda como ganhar produtividade em seus processos e inteligência para seu negócio:



Gostou do conteúdo? Curta, compartilhe com os amigos e leia todos os nossos posts no Blog.


Veja também:


[GESTÃO 4.0] Por que classificar as transações financeiras de sua empresa?


[GESTÃO 4.0] 5 dicas para você empreender com sucesso!


[GESTÃO 4.0] Como liderar pessoas para alcançar resultados?


[2a. INVEST] Conheça como funciona os investimentos em Tesouro Direto


[2a. INVEST] Poupança, o investimento mais popular do Brasil, volta a render acima da inflação!


[FINANCE STRATEGY] Onde investir em Novembro/2022



14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo